Quimioterapia arterial regional

QUIMIOTERAPIA ARTERIAL REGIONAL P/C

Quimioterapia Regional (RCT) é definida como quimioterapia local, isto é, restrita a uma parte ou região do corpo ou órgão. O medicamento (agente citostático ou medicamento terapêutico) é administrado através da artéria que supre o tumor ou a região do tumor. Por definição, a terapia é administrada regionalmente através de uma artéria. Dessa forma, uma grande quantidade do agente citostático é absorvida no tecido durante a primeira passagem pelo tumor. Desta forma, é possível reduzir significativamente os efeitos colaterais que os pacientes sofrerão. Essa observação foi feita pela primeira vez por Klopp e Biermann no início da década de 50 do século passado nos EUA.

Com a ajuda da Quimioterapia Regional, pretendemos danificar o tumor e reduzir fortemente os efeitos colaterais do paciente. A quimioterapia regional é eficaz nos chamados "tumores sólidos". No entanto, nem todos os tumores respondem igualmente à quimioterapia altamente concentrada.

Como a quimioterapia regional está sempre limitada a uma única região ou órgão corporal, efeitos colaterais menores e mais leves foram relatados no resto do corpo, apesar do forte impacto local sobre o tumor. Além disso, devido à desintoxicação sistêmica através da químio-filtração que é realizada após a cirurgia terapêutica, a quimioterapia regional é muito bem tolerada subjetivamente em 95% dos casos. A qualidade de vida é menos afetada e, às vezes, melhora rapidamente após o tratamento. Náuseas e vômitos raramente são observados após o tratamento.

Tel: (11) 5510-7780

Estrada de Itapecerica, 4659 - Capão Redondo
05858-000 - São Paulo/SP

Responsável Tecnico: Dra. Denise Maria Mayor- CRM 70.187

©2018 todos os direitos reservados